AQUELA SENSAÇÃO DE FRACASSO

by - março 20, 2018

AQUELA SENSAÇÃO DE FRACASSO


Atualmente me encontro em um fracasso total, sei que existe uma diferença em se sentir um fracassado e ser um fracassado, mas sinceramente não sei muito bem em que patamar me encontro. 

As vezes acredito que sou capaz de fato de fazer determinada tarefa, que até consigo convencer outra pessoa que sou realmente o cara ideal para realizar certas coisas, transmito tanto essa confiança, que me pego imaginando de fato que sou capaz, ou, simplesmente não passa de um fingimento.

Será que é mesmo fingimento? Não sei.

Quando paro um pouco para imaginar sobre a vida, até tenho pensamentos esperançosos, a maioria delas, vocês sabem, em outras reflexões passei esse tipo de pensamento. Por diversas vezes fiquei teclando na tecla da vida de mudar, sobre fazer as coisas de uma forma diferente em vários aspectos, sei que isso é verdadeiro, realmente eu sinto esse desejo de mudar. Mas a verdade é que ando pra baixo, ando desanimado, meio que duvidando de mim.

Não sei se vocês já se sentiram assim, mas eu particularmente demoro a entender que sou bom em certas coisas, na qual outras pessoas não são. Mas não é nada tão extraordinário, algo do tipo incrível, acho que estou a cima da média. Algumas pessoas relataram que se identificam com que escrevo, e sabe de uma coisa, nesse aspecto me sinto feliz em saber disso, as vezes é bom é claro, bem gratificante ter um retorno de certas habilidades que temos, preciso disso, não apenas eu, mas sim, todos nós precisamos de um pouco de reconhecimento.

A questão de tudo, é que sei também, que sou ruim em diversas outras coisas, e que de fato preciso trabalhar nisso. Tenho tantos problemas, quando olho para um papel cheio de números como por exemplo, me sinto em um beco sem saída, me sinto pegando em um livro em outro idioma no qual não consigo entender. Quando enfrento um problema, para poder resolver, tenho que colocar em um papel, escrever tudo e ficar revisando inúmeras vezes, até ter certeza que tudo está perfeitamente certo.

Quando reflito nesses assuntos, percebo que em minha volta está cheio de fantasmas, me perseguindo dia e noite, e querem saber de uma coisa, confesso que ando assombrado, e com medo desses fantasmas. Essa sensação, é extremamente terrível.

Esses dias estava pensando em fazer algo novo em minha vida, mas como vocês sabem, nem tudo é tão simples assim, nada que façamos o retorno é de imediato, nada á tão rápido, seria bom se fosse. Mas quando percebo que as pessoas acreditam que sou capaz, começo a ficar apreensível, uma pressão dentro de mim aos poucos, começa a aumentar, igual a uma floresta em chamas, começa através de uma faísca de repente, tudo está pegando fogo.

O chato é que, com o decorrer do nosso desenvolvimento e crescimento tanto profissional quanto pessoal, é que não te passam que você, não precisa saber de tudo, mas com relação as nossas dúvidas, precisamos saber administrar direito as coisas na qual não sabemos, e percebo então que a vida adulta é extremamente chata. E apesar de não demonstrar tanto meus sentimentos, não consigo conte-los.

Ando tomando certas cautelas, cuidando é claro do meu estado emocional, e claro da minha mente, e até mesmo a minha ansiedade que é gigantesca. Tenho tido cuidado com tudo aquilo que me deixa nervoso, de coisas que dependem exclusivamente de mim. Apesar que, dificilmente as coisas só dependem de nós mesmos, estou errado? Afinal sempre fico pê da vida, quando algo depende de outras pessoas, e a maioria das vezes, os nossos pedidos não são atendidos. Ao menos ainda não.

Atualmente estou em um processo de análise, sabe quando você abre um protocolo solicitando uma 
análise de um valor em sua conta na qual você desconhece? Pois bem, fiz isso comigo mesmo. Estou em uma fase da vida, que na qual, como uma partida de qualquer jogo de vídeo game, um vilão que não conseguimos vencer, mas em qualquer dia desses, sem querer, passamos de fase. Uma fase ruim da vida.

Para que esses sentimentos de fracasso não tomem de conta da minha vida, preciso fazer certos procedimentos. Me analisar, me gerenciar, tentar me surpreender. Pois acredito que se eu abraçar de vez essa realidade, definitivamente entrarei em um caminho sem volta.

Sei que já fui capaz de fazer muitas outras coisas, mas, não irei permitir no momento que me digam, que não sou capaz de fazer certas tarefas, possa ser que eu demore, mas eu chego lá. Não posso simplesmente parar no meio do caminho e apenas observar todos os obstáculos no meio da estrada, diante dos medos, e dos pensamentos negativos, é preciso reagir, lutar, e seguir em frente.

Todos nós devermos fazer isso.

Não sei se vou conseguir abrir uma planilha e construir algo que gerencie as despesas de uma empresa, ou se, serei capaz de fazer as pessoas em minha volta rirem, ou ajuda-las em resolver seus problemas. Nem sei na verdade se o lugar que me encontro é o ideal para mim. Apenas estou cheio de incertezas misturas com expectativas que no fim, resulta em um desequilíbrio total da vida.

Me lembro de quando eu era criança, ficava chorando e murmurando nos pés de meus pais para conseguir algo, mas no fim nunca conseguia, pois eles me colocavam no canto de castigo, e ficava lá, até passar a vontade e no fim desistir. Acredito que devo fazer o mesmo com minhas ansiedades e minhas inseguranças, deixa-las no canto murmurando baixinho, para que elas não me atrapalhem de me erguer e se sentir melhor quanto a sentimentos negativos.

Confesso a vocês que sou meio devagar, mas uma hora as coisas fluem e sei que chego lá. Peço desculpas, e com o tempo vou aprendendo direitinho

UMA HORA EU CHEGO LÁ.

You May Also Like

1 comentários

  1. Verdade: as coisas fluem. Mas compete a nós, dar um passo de cada vez: sermos mais otimistas. Dificuldades, desanimos e desafios irão aparecer no seu caminho. Mas cabe a nós mesmos, sermos protagonistas da nossa propria realidade.abcs

    ResponderExcluir